Friday, December 5, 2008

MUDANDO A MENTALIDADE - II

“E estava ali um homem que, havia trinta e oito anos, se achava enfermo.” – Jo 5:5

Qual é o pensamento que passeia pela mente de algumas pessoas? O mesmo que habitava a mente do paralítico do Tanque de Betesda?

Fomos educados para esperar pelos outros, com uma visão curta do nosso horizonte, tal como o homem deste texto bíblico.

É muito fácil compreender que uma pessoa com deficiência na mobilidade, que passa a vida toda recebendo a ajuda de outras pessoas continue se vendo com esta necessidade. Mas como compreender que uma pessoa que tem todas as condições para ser livre, para avançar, permaneça imóvel diante da vida, se vendo cheia de limitações?

Quando o paralítico deste texto foi questionado se queria ser curado, ao invés de dar prontamente a resposta afirmativa, apresentou desculpas para Jesus, culpando os outros pela sua condição. É que, como é citado na Bíblia em Jo 5:7, o enfermo precisaria entrar na água quando ela fosse agitada, mas isso não era possível porque sempre entrava alguém primeiro que ele, e somente o primeiro a chegar à água recebia cura.

A mente daquele homem lhe dizia que ele só permanecia paralítico porque ninguém tinha interesse em ajudá-lo. O que ele não conseguia perceber é que todos que se encontravam à beira daquele tanque também estavam ali por terem a mesma necessidade que ele. Em nenhum momento este paralítico se coloca no lugar dos demais, se mostra sensível às necessidades dos outros. Para ele o mais importante era ter o seu problema sanado.

Geralmente agimos como este moço, achando que a bênção é nossa simplesmente por desejarmos ou precisarmos dela, e com isso ficamos paralisados no tempo, nos auto-sabotando.

No livro "Os segredos da mente milionária" de T. Harv Eker (1), somos confrontados com a verdade de que cada pessoa é responsável pelas coisas que dão certo e também pelas que dão errado no seu dia-a-dia. Ele também ensina que “não basta estar no lugar certo na hora certa. Você tem que ser a pessoa certa, no lugar certo, na hora certa”.

Somos possuidores de um tanque de cura, a nossa mente. Deus já providenciou tudo para que tenhamos cura, Ele já enviou seu filho Jesus à cruz para que pudéssemos ser perdoados e curados de todo mal. Mas qual é a postura que você tem adotado diante das oportunidades?
Não faça como o paralítico do Tanque de Betesda, que ficou por trinta e oito anos esperando para receber sua cura porque alem da paralisia física, deixou-se paralisar mentalmente. Defina, imediatamente, o que você está esperando bênção e veja-se como a pessoa certa para receber o que Deus já preparou para lhe entregar. Essa é a forma mais rápida de você receber o que deseja!

Ana Cunha Araújo


(1) - HARV EKER, T. Os segredos da mente milionária; tradução Pedro Jorgensen Junior. Rio de Janeiro, Sextante, 2006.