Saturday, May 9, 2009

PROSPERANDO NO EXÍLIO - II

Fonte: www.ultradownloads.com.br/download/Jardins-Suspensos-da-Babilonia/68780,,,1680x1050.html


"Coloquem o pescoço sob o jugo do rei da Babilônia, sujeitem-se à ele e ao seu povo, e vocês viverão." - Jr 27:12b

Deus sempre nos coloca à prova, a fim de experimentar a nossa fidelidade, o nível de nossa obediência. Dois anos depois que o povo se encontrava no exílio Ele mandou para eles, onde contava várias orientações e promessas, que trataremos a seguir:


1. "CONSTRUAM CASAS E HABITEM NELAS" - Jr 29:5

Edificar:

  • Construir casas.
  • Induzir a virtudes.
  • Dar bons exemplos.

O processo de edificação de uma casa é algo que toma tempo e envolve planejamento, organização e sobretudo, renúncia e esforço.

Esse tempo de exílio é um tempo em que o Senhor espera que estejamos sendo modelo para outras pessoas.

A Bíblia afirma que há uma nuvem de testemunha por onde quer que andemos. Nessa linha de visão o Pr. Mike Murdock afirma que nossos padrões e atitudes são observados, e complementa dizendo que no meio desses que nos observam, há alguém que "está na posição de contribuir para desencadear a maior fase de milagres que você já viu em toda a sua vida" (1).


2. "PLANTEM JARDINS E COMAM DE SEUS FRUTOS" - Jr 29:5

Plantar:

  • Fincar verticalmente na terra.
  • Introduzir no ânimo, instilar.
  • Colocar, assentar.
  • Ficar parado em um lugar.

Todo tipo de plantação requer ações iniciais, que muitas vêzes podem parecer perda de tempo - que é a preparação da terra, a retirada de sujeiras e pedras do solo, entre outras coisas.

Plantar também fala de semeadura, que é a essência da vida, e nos chama a atenção para o que viveremos depois do exílio. Isso porque, comeremos do que plantarmos - neste momento delicado podemos escolher o que plantar, mas não escolheremos depois o que iremos colher. A colheita é uma consequencia!


3. "CASEM E TENHAM FILHOS E FILHAS" - Jr 29:6

Casar:

  • Unir-se por casamento.
  • Combinar-se.
  • Ajustar-se

Casamento também fala de eternidade, de aumento de forças - daí pra frente, dois serão um. Dois que se consolarão nas adversidades, que se apoiarão e sobretudo, que serão cobertura um para o outro.

Os filhos vem em nossas vidas para a continuação da nossa história, nos dando a perspectiva de que conquistaremos - ainda que através deles.

Esse é um tempo para ajustes e também renovo de aliança com aqueles que amamos. Exílio é uma chamada para investir na família.


4. "MULTIPLIQUEM-SE E NÃO DIMINUAM" - Jr 29:6

Multiplicar:

  • Aumentar em número.
  • Tornar mais intenso ou mais importante.
  • Reproduzir.
  • Repetir vária vêzes.

Esse não é um tempo para recuar, nem tão pouco para esmorecer. Esse é um tempo onde encontraremos novas estratégias, novas soluções. Também é um tempo em que experimentaremos o sobrenatural de Deus, para que a multiplicação seja uma realidade em nossas vidas.

Somos ensinados pela Palavra que em nossos momentos de fraqueza a graça de Deus vem sobre nós e é mais que suficiente para atrair o milagre.

"Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza" - 2Co 12:9

Portanto, não se entristeça pela sua circunstância, seja cheio da graça de Deus e prospere!


Ana Cunha Araújo


(1) – MURDOCK, Mike. Trinta e um segredos de uma mulher inesquecível. Rio de Janeiro, 2009. p 95 a 100.

Saturday, May 2, 2009

PROSPERANDO NO EXÍLIO

Fonte: www.fabiotorquato.spaces.live.com/blog/cns!B41BCC474FC97761!1731.entry

“Assim diz o Senhor, o Deus de Israel: Considero como esses figos bons os exilados de Judá, os quais os expulsei deste lugar para a terra dos babilônios, a fim de fazer-lhes bem.” – Jr 24:5

Se você tivesse a opção de não sair de sua terra, sua zona de conforto, para ir para uma outra terra, ou situação adversa, desconhecida, você faria isso?

Qualquer pessoa escolheria ficar no lugar da quietude. Para o pastor Mike Murdock, “o conforto pode ser destrutivo, pois é capaz de matar a criatividade, destruir o potencial, neutralizar a produtividade e o crescimento pessoal.” Ele complementa sua opinião dizendo que “pessoas acomodadas ao conforto não obtêm muitas conquistas”. (1)

E existe um fato que não podemos deixar de considerar: de que há um Deus, Senhor de todas as coisas, e é Ele quem dá o resultado final.

A situação apresentada pela Palavra mostra muito claro que o Eterno expulsou o povo de Judá para a Babilônia - “o berço da glória e impiedade do mundo” (2). E você, de que lugar confortável está sendo segregado?

Nesse caso específico Deus estava fazendo cumprir Sua palavra, liberada para o rei Joaquim, por ele ter praticado coisas que eram reprovadas (3). Como a atitude do líder traz consequências para todo o grupo conduzido por ele, dez mil pessoas também foram levadas cativas para a Babilônia (4).

A ida do povo para o exílio, também seria uma escolha feita por cada um. Para o povo Deus declarou: “Ponho diante de vocês o caminho da vida e o caminho da morte. Todo aquele que ficar nesta cidade morrerá pela espada, pela fome ou peste. Mas todo o que sair e render-se aos babilônios, que cercam vocês, viverá; este escapará com vida” (5).

Por mais estranho que possa parecer, há um projeto especial de Deus nesta situação.

Ana Cunha Araújo


(1) – MURDOCK, Mike. Trinta e um segredos de uma mulher inesquecível. Rio de Janeiro, 2009. p 8.

(2) – Dicionário Bíblico Crescer. 2ª Edição. Geográfica. p 25.

(3) – 2 Rs 24: 9, 2 Cr 36:9 e Jr 22:25.

(4) – REESE, Edward. A Bíblia em ordem cronológica: nova versão internacional; traduzida por Judson Canto. São Paulo. Editora Vida, 2003. p 845.

(5) - Jr 21:8 e 9

Friday, May 1, 2009

REPARANDO A PAREDE ANTES DE RECEBER A TINTA



Lendo um material postado no blog de Ana Paula Valadão, escrito por sua prima Susie, fiquei muito impactada sobre a relação da caminhada de fé e de conquista de uma pessoa e a sua rotina secular.

A autora relata a sua experiência ao decicir pintar a parede de sua casa, e como ela achava que essa atividade seria fácil. Entretanto, durante o processo ela descobriu que "não foi tanto assim".

Susie conta que seu ajudante Rubens, além de lhe dizer a quantidade necessária de tinta que ela deveria adquirir, também lhe instruiu sobre o preparo que deveria ser feito na parede antes de pintá-la. "Eu tinha que descascar todos os lugares onde a tinta estava velha e estufada na parede, lixar toda a parede, passar uma primeira camada de primer, uma tinta branca grossa, e só então, pintar". Rubens também havia lhe dito que "uma parede bem preparada é mais de 50% do bom resultado".

A missionária diz que enquanto pintava, o Senhor falou ao seu coração. É que ela preparava a tinta orando por seus colegas da escola de inglês, que ela almejava ganhar para Jesus - "Eu queria lançar a rede de maneira certeira. E ainda quero. Quero ver todos eles sendo salvos".

Enquanto ela pedia estratégias ao Senhor, ouviu uma pergunta do Espírito Santo: "Você já preparou a parede para receber a tinta?"

Isso lhe fez refletir. "Como assim preparar a parede?"

Foi então que ela entendeu que antes de começar a falar era necessário orar. Pois é "o Espírito de Deus pairando sobre as águas do coração humano que vai gerando vida. Não vem de nós. A obra de convencer o homem do pecado, da justiça e do juízo é do Dele".

Pra nós também fica um grande ensinamento, queremos ganhar as pessoas para Jesus, mas esquecendo que essas mesmas pessoas estão ainda presas em suas verdades. Para Susie "passar a tinta é muito mais fácil. E é o serviço que aparece. Por outro lado, "preparar a parede é difícil…. não aparece, depois do serviço pronto, parece que não foi mais que obrigação".

Então, preparar é o segredo, pois "a tinta só fica boa, bem fixada em uma parede bem preparada".

Muitas pessoas que conheceram o evangelho de maneira rápida sem terem sido preparadas antes que esfriaram muito rápido - como "paredes com tinta nova, mas descascando". É que segundo Susie, "as imperfeições trazidas pelo mundo, marcadas em nosso caráter, precisam ser lixadas pelas mãos suaves do melhor construtor. Daquele que fez tudo perfeito e funcionando sincronizadamente".

Como o apóstolo Paulo declara na Palavra que um rega, outro planta mas o crescimento quem dá é o Senhor, muitas vezes preparamos "a parede do coração de alguém" para que outro pinte.

Mas a Bíblia traz um alento para nós, ela diz: "Ora, o que planta e o que rega são um; mas cada um receberá o seu galardão segundo o seu trabalho. Porque nós somos cooperadores de Deus." - 1Co 3:8 e 9.

Cada vez que demonstramos amor a uma pessoa preparamos o seu coração "para receber o melhor de todos os tratamentos: a purificação completa através do sangue do nosso amado remidor" e ainda cooperamos com o Todo-Poderoso. Esta é uma ação que tem "valor eterno".

Ana Cunha Araújo


Maiores detalhaes:
http://blogdaana.wordpress.com/