Tuesday, July 17, 2012

VIDA DE OLIVEIRA

Oliveira milenar - Jardim das Oliveiras, Jerusalém.


Isaias 41:19 – “Plantarei no deserto o cedro, a acácia, e a murta, e a oliveira; porei no ermo juntamente a faia, o pinheiro e o álamo.”

Há pouco tempo minha mãe esteve em Israel e uma das coisas de que ela fala é sobre a oliveira, então daí recebi de Deus o rhema e comando para essa ministração.

A oliveira, vegetação com nome cientifico Olea europaea é conhecida no mundo todo, já foi de grande utilidade para a humanidade no passado, e ainda é até os dias de hoje - dela sai a azeitona, matéria prima para o azeite de oliva e muitas outras coisas. Essa planta tem características tremendas:


1. POSSUI RAÍZES FORTES E FIRMES.
As raízes poderosas e compridas da Oliveira podem chegar a uma profundidade de seis metros, através do qual têm sempre a possibilidade de obter água para o seu desenvolvimento. 

Como vimos em Isaías, o lugar onde a oliveira é cultivada é um terreno seco, portanto, a forma dela sobreviver é procurando por água. Algumas vezes nos encontramos em terrenos secos, e o único meio de prevalecermos é nos aprofundando na Palavra de Deus para encontrar a água da vida.

João 4:14 – “aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna.” 

Jesus quando se encontra com a mulher samaritana menciona essa água, pois ele quer nos ensinar que devemos procurar a Palavra ou morreremos.


2. TEM UM TRONCO FIRME.
O tronco da Oliveira cresce de forma lenta, mas é constante e forte, e apesar de nascer em um lugar de pouca água, torna-se uma das coisas mais difíceis de serem quebradas, pois é consolidada por todos os dias procurar mais força e resistência. A forma de uma pessoa consolidar seu tronco, se firmar espiritualmente é tendo comunhão com Deus e sendo fiel nos dízimos e ofertas.

Malaquias 3:10 – “Trazei todos os dízimos à casa do tesouro.”
 
Salmos 20:3 – “Lembrem-se de todas as tuas ofertas, e aceite os teus holocaustos.”

Só estabelece um tronco firme quem é fiel à Deus. 


3. SABE SE REESTABELECER.
A oliveira tem uma benção de Deus que é a recuperação, quem já viu uma oliveira ou já estudou sobre ela aprendeu que essa planta reestabelece depois de morta ou cortada, pois ela renasce do que ela foi.

Jó 14.7 a 9 – “Porque há esperança para a árvore, que, se for cortada, ainda torne a brotar, e que não cessem os seus renovos. Ainda que envelheça a sua raiz na terra, e morra o seu tronco no pó, contudo ao cheiro das águas brotará, e lançará ramos como uma planta nova.”

Meu irmão, quero lhe dizer que mesmo que o inimigo tente lhe cortar, lhe destruir ou coisa pior, se você tiver uma boa base na Palavra você se levantará bem rápido ou quem sabe, é bem provável que o inimigo nem consiga lhe derrubar.


4. NÃO SE MISTURA COM COISAS MALIGNAS.
O diabo sempre tenta atingir um filho de Deus. Pragas e ervas daninhas são as piores inimigas das plantas. Assim como as situações difíceis são para nós.

Imagine uma planta que só vive no sol quente, como o cacto que é uma planta do sertão, agora pense na oliveira, sua natureza é diferente. Uma oliveira pode sofrer de uma doença chamada caruncho, que pode leva-la a morte. Outra doença que pode lhe prejudicar é a chamada tripe, esta pode deixa-la infrutífera e/ou sem eficiência, e por fim pode vir nela um parasita chamado mosca da azeitona, que ataca seus frutos fazendo com que percam a qualidade.

Não podemos nos deixar levar pelo caminho da praga, pois é um caminho infrutífero, desolador e de morte, e é isso que o inimigo tenta sempre fazer nas nossas vidas e contra a nossa liderança, mas, devemos nos proteger em Deus, pode é Ele que garante o que está no livro de Salmos:

Salmo 91:10 – “Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda.”


5. NÃO NEGA OS FRUTOS E ESPECIALIDADES.
Algumas pessoas possuem a habilidade de conquistar e ganhar frutos, ou ainda tem o poder de ministrar a Palavra, curar almas feridas, mas sempre se negam a fazê-lo, e, sem perceber, negam à Deus também, muitas vezes escondendo o fato de serem convertidas.

Algumas vezes não percebemos que outras pessoas estão precisando de ajuda espiritual por sentirmos vergonha de nos expor, quando a melhor decisão nós já tomamos quando aceitamos Jesus como nosso único Senhor e Salvador, mas isso não acontece aqui, amém?

Hebreus 3:12 – “Vede, irmãos, que nunca haja em qualquer de vós um coração mau e infiel, para se apartar do Deus vivo.”


CONCLUSÃO
Devemos ser como as oliveiras, que possuem fortes, firmes e profundas raízes na Palavra, criando um relacionamento de fidelidade com Deus, principalmente nas ofertas, se reestabelecendo nos contra-ataques, se protegendo do mal sem negar a Deus. Que a paz esteja com todos.

Lucas Cunha